Entre em contato pelo Telefone(41) 3343-5015

Guia : Conectividade para Centrais de segurança

Centrais de segurança:

Quando o assunto é segurança, não pode haver espaço para erros e imprevistos. Por isso preparamos um guia para explicar as características e opções de conectividade para sua central de alarme ou segurança.  Saiba como escolher o melhor chip para sua central de segurança, conheça os tipos de chip mais utilizados no mercado e saiba qual a melhor opção para sua central de alarme.

Falaremos bastante sobre telemetria e M2M neste post, caso não esteja familiarizado recomendamos que após a leitura dê uma olhada em nosso outro guia :  Tudo o que você precisa saber sobre chip M2M

Veja um resumo do que você verá aqui: :

A importância da central de segurança.

A segurança de sua empresa ou de sua residência é essencial para o conforto do dia a dia, ter uma central de segurança para evitar depredação e danos aos seus patrimônios não é mais uma opção, mas sim uma necessidade.

Como funciona uma central de segurança?

Já sabendo da importância de uma central de segurança, vamos aqui abordar neste tópico os principais pontos de funcionamento de uma central e também como fazer a configuração correta para que a sua central não perca o contato com os demais equipamentos de segurança conectados na rede.

Principais diferença entre o Chip comum e o Chip M2M.

Somos familiarizados com os chips comuns pré pago, mas não com os chips M2M, por isso explicaremos as principais diferenças de cada um deles, bem como as vantagens e desvantagens de cada um.

Como escolher a melhor maneira para adquirir os Chips M2M.

Onde comprar um chip M2M? Quais as opções de fornecedores? Com ou sem gestão? APN privada ou pública? Tenha todas essas dúvidas respondidas aqui.

Nossa plataforma de gestão de chips.

Explicaremos as vantagens de adquirir um plano de chips que possuí uma plataforma de gestão e como tirar proveito das suas operações para que você seja avisado de cada ação suspeita que sua central detectar.

A importância da central de segurança.

Uma pesquisa de dados feita pelo site vision of humanity um site dedicado a medir o “GPI” ou o Índice Global da Paz, (em inglês Global Peace Index) classifica cada país em três aspectos: segurança e proteção da sociedade, conflito doméstico e internacional e  nível de militarização.

Segundo o levantamento de dados, o Brasil se encaixa na posição de número 128 de 163 , a posição o que denota elevada vulnerabilidade e insegurança. Está cada mais arriscado deixar uma propriedade ou empresa à mercê da sorte, sem uma central de segurança.

Atualmente estima-se que apenas 15% das casas brasileiras possuem alguma forma de segurança eletrônica. Em países desenvolvidos da Europa, os números já são bem maiores, chegando em aproximadamente 85% das casas sendo monitoradas por algum tipo de segurança eletrônica e inteligente.

Esses dados indicam 2 coisas:

  • A primeira é que o mercado de segurança no Brasil ainda é imaturo e tem muito espaço para crescer.
  • A segunda é que o baixo número de monitoramento é preocupante para a segurança dos brasileiros. Mas ao tudo indica o número de casas com qualquer tipo de monitoramento eletrônico só tende a crescer, a tendência tem aumentado a aderência de usuários a cada ano.

Como funciona uma central de segurança?

Ter conhecimento desses dados talvez possa ter te despertado um desejo de a adquirir e investir mais em segurança, seja para proteger sua casa e seus bens materiais, proteger sua empresa ou quem sabe aproveitar essa oportunidade de crescimento do mercado e se tornar um vendedor de centrais de segurança.

Para isso, você deve saber como funciona uma central de segurança e saber quais são os pontos que você deve se atentar para adquirir uma.

Principal função da central de segurança

Central de Segurança

A central não são as câmeras e sensores, mas sim onde chegam todas as informações e dados, imagens, áudio e informações de movimento, visão noturnas e etc.

A central deve ter a capacidade de ter o máximo de comunicação com os demais sistemas. Seja via cabo onde é necessário toda uma adaptação e instalação no local a ser monitorado ou via Chip , para que caso os cabos de informação sejam cortados ou danificados a comunicação não é perdida com a central. Cabe a central informar tudo que está acontecendo, por isso investir em diversas formas de comunicação é importante.

Como funcionam centrais de segurança ?

Ao programar todo o sistema de segurança que geralmente é feito por um técnico da área ou pela empresa contratada, você tem algumas opções de ativação e monitoramento. A primeira e de forma manual, você mesmo tem que ativar e ela ficará ativa até você a desligar manualmente, seja na própria central ou por algum controle.

A segunda forma é fazer a programação para que a central seja ativada e desativada de forma automática via Chip. Para o uso dos Chips, caso queira fazer a ativação de toda a rede de segurança automaticamente é necessário que ele conte com um pacote de dados de SMS para que o envie e receba comandos da central, pode ser programado para um horário específico para que essa comunicação ocorra ativando e desativando de forma automática.

Vantagens das centrais de segurança

Ao instalar uma central de segurança confiável e feito todas as configurações necessárias dos meios de comunicação das câmeras e sensores de transferência de dados, o seu nível de segurança aumenta. Evitando assim ficar pensando toda hora em sua segurança, melhorando sua qualidade de vida e de bem estar! Ganhe qualidade, segurança e monitoramento!

Principais diferença entre o Chip comum e o Chip M2M.

É vital ter o máximo de meios de comunicação da sua central e os demais dispositivos de segurança, sejam eles os meios por chips ou cabo, Nossa recomendação é que sua central trabalhe sempre com dois tipos de comunicação: a via cabo e a via chip.

Na comunicação via chip a escolha do chip também tem sua importância.

São 2 tipos de chips mais comuns utilizados em centrais de segurança, o pré pago e o M2M.

Temos um post em nosso blog chamado Diferença Chip pré-pago Chip M2M lá explicamos de forma mais completa o funcionamento de cada chip e porquê o pré pago pode prejudicar suas operações.

 

O que é um Chip comum?

Esse é tipo de chip que as operadoras mais comercializam, sendo vendido tanto para pessoas físicas como para empresas, com diferentes ofertas e planos de dados, podendo ser também pré pago, é aquele chip que utilizamos em nosso celular.

 

Por que NÃO é recomendado chip pré-pago em central de segurança?

Esse tipo de chip não é apropriado para gerenciamento grandes volumes de dados, ou seja, os planos de dados geralmente são insuficientes ou expiram rápido demais, com isso o processo de transferência de dados podem ser lentos.

 

Incompatibilidade do dispositivo com o chip comum.

As empresas fabricantes de centrais sabem que os dados enviados são geralmente em maior volume, para proteger o usuário e evitar que ele gaste dinheiro com recargas constantes ou com planos de dados absurdamente caros, fazem com que seus aparelhos funcionem apenas com um tipo de chip específico:  O chip M2M.

 

O que é um chip M2M?

O chip M2M é feito para o uso contínuo e transferência de dados entre máquinas por isso a sua sigla significa M2M (machie to Machine ou Máquina para Máquina) . Esse chip é o ideal para o uso nos equipamentos de segurança.

 

Porque utilizar um chip M2M em sua central de segurança é a MELHOR OPÇÃO?

Chips M2M ou também Chips de telemetria são feitos justamente para essa demanda, transmitir grandes quantidades de dados de forma rápida e precisa.

Mesmo assim você deve ficar atento  a outro fator: Tem o acesso a APN privada.

APN Privadas são melhores que as públicas, garantindo melhor conexão e evitando quedas de sinal e aumentando o segurança dos dados gerados por ela.

 

O que é a APN e qual é a sua funcionalidade.

Falando de maneira simples: todo o tráfego da internet tem que sair de um lugar e passar para um transmissor e até chegar ao seu destino. Esse transmissor é justamente a APN.

Existem 2 tipos de APN, a pública e a privada. A APN pública que é mais comum em nosso dia a dia, pois constantemente navegamos por ela e temos o livre acesso. Milhões de informações passam por ela continuamente, devido ao volume de dados gerado por uma central de segurança pode sofrer interferência ou lentidão na comunicação, caso o seu chip esteja conectado a uma APN pública.

 

APN privada

Explicando de maneira conceitual: Imagine uma grande avenida. De um lado temos todo o tráfego público, vários carros passando por ela, vamos dizer que esses carros são qualquer tipo de dados da internet. Em certos momentos essa grande avenida sofre com congestionamentos constantes,  a APN privada funciona como uma pista adicional exclusiva.

Se quiser se aprofundar mais na explicação da diferença de APNs, sugerimos que você leia nosso outro post APN Privada e APN Pública

 

Como escolher e adquirir os Chips M2M.

Como e onde vou achar um chip M2M para comprar?

Existem diferentes distribuidores de chips M2M, você pode comprar um pela internet, comprar diretamente com a operadora ou encontrar uma boa empresa especializada em comercialização e suporte de Chips M2M.

 

  • Comprando chips pela internet

Das três opções que serão apresentadas aqui, comprar pela internet é a pior opção. Comprando pela internet você não tem nenhum tipo de suporte especializado para atendimento caso precise mudar de plano ou relatar algum problema com o chip. Tem também o fator SEGURANÇA, como posso saber que o chip que é vendido pela internet não foi adulterado para enviar os dados a outra pessoa? Se o chip foi adulterado o fator da segurança cai por terra, já que essas informações são altamente confidenciais e particulares.

 

  • Comprando diretamente com as operadoras

Comprar com as operadoras é uma opção, pois você tem a certeza de que os chips não foram adulterados e que os seus dados estarão seguros e privados, somente você terá acesso a eles.

Porém quando você precisar de um suporte especializado para atender uma demanda do seu chip M2M seja a troca de plano de dados, pedir a alteração no funcionamento do chip ou solicitar qualquer outro serviço, você pode se deparar com problemas.

As operadoras de telefonia estão mais acostumadas a atender o suporte de linhas de telefone comuns, como os planos de dados que muitos usamos em seus celulares. Por isso o suporte dedicado ao chip M2M acaba ficando de lado. A demora para solicitar o serviço e as informações imprecisas ou incorreta podem atrapalhar no gerenciamento da sua central de segurança. E é por isso que existem empresas especializadas em resolver todas essas demandas.

 

  • Comprando Chips M2M com uma empresa especializada

Há uma grande oferta de mercado, várias empresas vendendo e comercializando chips de telemetria M2M, todas elas com diferentes preços e serviços agregados. Mas é claro, como sempre acontece, menores preços nunca são garantia de bons serviços e para o sucesso das sua central de segurança não pode haver brechas para falhas ou mau serviço.

Procure sempre  uma empresa especializada que tenha credibilidade e demostre prezar pela segurança de seus dados, aqui na Datatem oferecemos chips M2M para centrais de segurança com gestão de dados gratuita.

Nossa empresa é focada na comercialização e no suporte de chips M2M há mais de 9 anos. Atuamos na área de telemetria e IOT e possuímos selo de qualidade LAQUI (Latin America Quality Institute) , o reconhecimento é dado a empresas que se desatacam em seu ramo de atuação por excelência em serviço e suporte ao cliente.

A Datatem disponibiliza a conexão APN privada própria, para que o seu tráfego de dados seja rápido, seguro e tenham significativamente menos quedas de sinais de operadoras, também contamos com um suporte especializado para cada tipo de serviço e operações que são contratadas conosco. Nossa equipe de 15 especialistas em telemetria e gestão de chip M2M está sempre pronta para atender as necessidades dos nossos clientes.

 

Conheça a plataforma de gestão de chips Datatem.

Em 2014 a Datatem investiu em uma plataforma própria e completa de gestão de chips M2M que é oferecida sem custo aos clientes, independente do plano contrato. Na plataforma é possível visualizar e gerir todas as operações do chip de telemetria.

Veja como nossa plataforma pode ajudar nas suas operações de segurança, convidamos você a assistir:

Assistir à apresentação completa da plataforma de gestão de chips M2M da Datatem

 

Saiba mais sobre a Datatem

Agora que você já sabe das principais prioridades e pontos a serem pensados antes de adquirir uma central de segurança e um Chip M2M para fazer o gerenciamento de sua segurança, convidamos você a nós conhecer melhor.

A Datatem foi convidada pelo programa de televisão “empresários de sucesso TV” a contar um pouco sobre o sucesso da empresa, assista  na íntegra a entrevista!

Entrevista da Datatem para BAND NEWS Empresários de sucesso TV”

Convidamos também a ler abaixo aos outros artigos do nosso blog!

Obrigado pela leitura!

Chip M2M Datatem

Tópicos: Por que comprar seu chip M2M com a DatatemUma solução para tempos […]

Tecnologias de rastreamento: você conhece os principais conceitos?

Tópicos: Com o avanço da tecnologia, o rastreamento deixou de ser apenas sobre […]

Novidades na área de telemetria? Saiba antes que todo mundo!

    Copyright 2018 | Todos os direitos reservados a Datatem | Política de Privacidade

    Associated with