fbpx
Entre em contato pelo Telefone(41) 3343-5015

Qual a melhor comunicação para máquinas de cartão?

Wi-fi ou chip M2M: quem vence esta batalha?

É fato que os terminais POS, as famosas maquininhas de cartão, estão presentes em estabelecimentos em quase todo o Brasil. Não é por acaso, já esses terminais são muito práticos e fáceis de se utilizar.

Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), em 2017, 5,1 estabelecimentos utilizavam maquininhas de cartão no Brasil.

A associação ainda afirma que, no mesmo ano, 32,6% de todos os pagamentos foram efetuados com cartão. E a previsão é que nos próximos anos esse número alcance 60%!

Dentre as principais marcas de terminais POS estão Getnet, Cielo, Rede, Payleven, Sumup, Moderninha e Mercado Pago.

Esses terminais podem se conectar à internet pelo próprio wi-fi do estabelecimento ou pela rede GPRS (com um chip M2M na maquininha).

Porém, antes de indicarmos qual é a melhor forma de comunicação para máquinas de cartão, é preciso entender o que de fato é um terminal POS.

O que é POS?

POS é a sigla para Point of Sale, que significa ponto de venda. O terminal POS é uma tecnologia para leitura e transmissão de dados financeiros. Ele é o meio por onde o consumidor efetua o pagamento de sua compra, via cartão de crédito, débito e afins.

Em suma, os terminais POS são dispositivos em que ocorrem transações econômicas, as famosas maquininhas de cartão, em geral portáteis.

Elas estão presentes em diversos estabelecimentos do setor varejista, como supermercados, lojas, salões de beleza e restaurantes. A conexão com a internet nas máquinas POS é utilizada para fazer a transferência de dados do terminal até os bancos.

Além de serem muito práticos, os terminais POS trazem mais segurança para os lojistas. Com elas, as transações em dinheiro, que expõe o estabelecimento a assaltos, são feitas com menos frequência.

Muitas vezes, o POS é confundido com o TEF (Transferência Eletrônica de Fundos). A diferença é que o TEF é um sistema que integra as vendas por cartão e o sistema de automação do estabelecimento. O pinpad, ou seja, a máquina de cartão, do terminal TEF é fixada ao caixa.

O TEF é mais comum em supermercados, farmácias e grandes lojas varejistas, pois possuem uma quantidade bem maior de vendas no cartão.

Qual a melhor forma de conectividade?

Conforme mencionamos anteriormente, a transmissão de dados do terminal POS se dá, geralmente, através do wi-fi ou por meio de um chip M2M (rede GPRS) nos dispositivos.

[GUIA DEFINITIVO] Tudo o que você precisa saber sobre chip M2M

Grande parte dos lojistas utilizam o próprio wi-fi do estabelecimento para a comunicação de suas máquinas de cartão, devido a praticidade desse meio.

Em muitos estabelecimentos existe uma rede wi-fi, para clientes ou equipe interna. Então, nesses casos, acaba sendo uma alternativa sem custo adicional, mas o deslocamento da maquininha fica limitado.

Já com o chip M2M, não há limitação de deslocamento, pois a comunicação vem da rede de telefonia celular (rede GPRS), presente em todo o território nacional. Desta forma, o lojista pode oferecer o serviço de delivery e aumentar assim, os seus ganhos.

Mas afinal, qual das duas formas de comunicação é a melhor?

O ideal, na verdade, é contar com ambas as formas de conectividade!

Esses dois meios de comunicação se complementam para que a maquininha permaneça conectada o maior tempo possível. Ou seja, esta é a melhor maneira de garantir a redundância de conectividade.

É obrigatório, então, utilizar as duas formas de conexão com a internet?

Não. Mas é preciso considerar que, ao utilizar apenas o wi-fi local, a conexão fica suscetível à falhas e lentidão se muitas pessoas estiverem utilizando.

Além disso, na falta de energia, o modem wi-fi não irá funcionar e não haverá conectividade para receber pagamentos. Isso pode representar grande prejuízo de caixa!

Benefícios da rede GPRS para terminais POS

Máquinas já adaptadas

A rede GPRS já está bastante difundida no mercado de telemetria. Ela possui cobertura de 95% em áreas urbanas no Brasil e é umas das primeiras opções quando se trata de transmissão de dados M2M.

Devido a essa “popularidade”, uma boa parte dos dispositivos de telemetria (comunicação à distância) já vem com um slot para sim cards, e nas máquinas POS não é diferente!

A maior parte delas já sai da fábrica com um espaço para colocar o chip M2M, não sendo necessário, então, adaptar o equipamento para o uso da rede de telefonia celular (2G, 3G, 4G).

Tráfego de dados por APN privada

Os sim cards para máquina de cartão podem ser adquiridos direto com a operadora ou com um fornecedor da solução completa, como a Datatem.

Ao adquirir o chip M2M com empresas como a Datatem, existe a possibilidade de se beneficiar do tráfego de dados em APN privada.

Além de garantir uma comunicação mais estável, em comparação com a APN pública (internet comum), a transmissão de dados passa a ser criptografada.

Isso garante a segurança das informações que estão sendo transmitidas, o que é essencial quando se trata de transações financeiras.

                               APN Pública                                                        APN Privada

Leia mais – O que é APN e qual sua importância para o mercado de telemetria?

Transmissão de dados com gestão

Ao utilizar a rede GPRS como forma de comunicação para as máquinas POS, é possível contar com uma plataforma de conectividade gerenciada.

Com essa plataforma é possível fazer a gestão da base de sim cards, desde o quanto estão consumindo (e se estão ativos ou não), até obter o detalhamento da fatura, além de verificar qual operadora tem o melhor nível de sinal no local onde o dispositivo vai operar.

Essa gestão é essencial para quem possui empreendimentos com diversas filiais, pois a quantidade de sim cards dentro das máquinas de cartão necessita de acompanhamento.

Ter uma plataforma de conectividade gerenciada não só agiliza a resolução de problemas relacionados a comunicação, como também dá uma série de informações que podem ser utilizadas para reduzir custos e identificar novas oportunidades de negócio.

 

Que tal conhecer mais sobre a rede GPRS e sua relevância para aplicações de telemetria? Confira outro post que escrevemos sobre essa rede: O que é a rede GPRS e quais seus benefícios para a telemetria?

Eficiência energética: o que é e como se beneficiar dela!

Entenda o conceito de eficiência energética, por que ela é utilizada e como […]

Você sabe o que está por trás da “modernização” da rede de esgoto?

Pode até ser invisível para quem vê, mas é fundamental para a evolução […]

Novidades na área de telemetria? Saiba antes que todo mundo!

Copyright 2018 | Todos os direitos reservados a Datatem | Política de Privacidade

Associated with 

Scroll Up