fbpx
Entre em contato pelo Telefone(41) 3343-5015

Telemetria na agricultura: o futuro da produção agrícola!

Descubra como o uso de novas tecnologias na agricultura tem contribuído para o aumento da produtividade nas lavouras.

A implementação de novas tecnologias na produção agrícola tem contribuído para o aumento da produtividade na agricultura. Entre elas estão Big Data, inteligência artificial e a que vamos abordar nesse post: a telemetria!

Mas você sabe o que é telemetria?

A palavra vem do grego tele, que quer dizer “remoto”, e metron, que significa “medida”. Ou seja, telemetria é a medição e transmissão de dados à distância.

A telemetria na agricultura pode ser usada para acompanhar e automatizar os mais variados processos de uma produção agrícola. Entenda como ela pode ser utilizada dentro das lavouras:

Gestão do maquinário agrícola

Assim como na telemetria veicular, é possível utilizar a telemetria para monitorar todas as máquinas agrícolas.

Desde tratores e adubadoras até os pulverizadores, ela pode ser utilizada para identificar qual é a quantidade de combustível que estão consumindo, qual a distância que percorreram durante o dia e a velocidade, rotação e temperatura do motor.

Sempre que for identificada uma irregularidade, por menor que seja, é possível enviar a máquina para a manutenção antes que o problema se agrave.

Além disso, os veículos podem ser controlados por geolocalização via satélite, aumentando a precisão de sua rota.

Automação de processos

A telemetria na agricultura permite que vários processos sejam automatizados no cultivo. A pulverização de defensivos agrícolas, a irrigação e a aplicação de fertilizantes são alguns deles.

Com dispositivos instalados nas máquinas, é possível saber qual a área total da aplicação, o momento exato do dia, qual o volume de insumos utilizados e em qual velocidade.

Todos esses fatores podem aumentar a produtividade da lavoura. Além disso, é possível comparar qual era o planejamento de gastos do insumo e o quanto de fato foi utilizado, melhorando a gestão dos recursos utilizados e a eficiência da produção.

O processo de semeadura também pode ser automatizado, com máquinas introduzindo as sementes no solo de acordo com espaçamento e quantidade recomendadas, garantindo a eficiência da produção.

Mapeamento das condições de plantio

Com sensores espalhados pelo terreno, é possível obter uma gama de informações sobre a produção agrícola.

Um dispositivo meteorológico, por exemplo, possibilita conseguir dados da condição climática da região, como a temperatura, umidade do ar, precipitação e velocidade do vento.

Além disso, existem vários dispositivos que conseguem captar informações e fazer a análise do solo, identificando desde deficiências nutritivas até o fluxo de pragas. Esses dispositivos conseguem também fazer um mapeamento da fertilidade e identificar se os insumos estão sendo utilizados corretamente.

Esses fatores permitem cruzar dados e entender qual a necessidade da produção. Isso facilita na escolha de adubos e defensivos mais adequados para aquela lavoura em específico, aumentando a eficiência da produção.

E, com a telemetria, todas as informações podem ser acessadas de forma remota, sem a necessidade de um técnico ir a campo.

Vantagens X Desvantagens

A aplicação da telemetria no processo de plantio traz apenas uma desvantagem: o elevado custo dos equipamentos e softwares, que exigem um grande investimento e pessoas qualificadas para operar os sistemas.

Entretanto, o retorno que se tem sobre o investimento é muito grande, visto que a telemetria na agricultura aumenta a produtividade das lavouras e reduz os custos de diversas operações.

Conheça os diversos benefícios que ela traz para as produções do terceiro setor.

Menor impacto ambiental

Com a telemetria incorporada nos processos de produção agrícola, há uma gestão melhor dos recursos utilizados, como água e fertilizantes. Então, os desperdícios são minimizados e o impacto que a agricultura causa no meio ambiente também.

Sem contar que, com as máquinas conectadas a um único sistema, é possível saber por onde cada uma passou e evitar a aplicação desnecessária de insumos e defensivos em uma mesma área. Além de economizar recursos, isso contribui para uma maior longevidade do solo.

Redução de custos

A redução de custos é uma consequência da utilização da telemetria na agricultura. Com uma maior precisão na aplicação de insumos, diminuindo o desperdício e fazendo a manutenção preventiva das máquinas agrícolas, a produção fica mais barata e é possível economizar dinheiro.

Tomada de decisões assertivas

A telemetria permite que o produtor rural consiga acompanhar todos os processos de plantio de forma remota, com todas as informações concentradas em um único lugar. Elas podem ser acessadas no computador, tablet ou celular.

É possível obter também um histórico completo da produção agrícola. Com os dados em uma única plataforma e com uma visão geral de todos os processos, o gestor consegue tomar decisões baseadas em fatos, mesmo estando longe do local de produção.

Aumento da produtividade

Pode-se dizer que o principal objetivo da implementação da telemetria na produção agrícola é aumentar a produtividade.

Com a gestão completa de todos os recursos, o mapeamento das condições que afetam a produção e o monitoramento do maquinário agrícola, o agricultor tem o total controle da cadeia de produção.

A telemetria na agricultura torna o processo de cultivo muito mais produtivo, preciso e inteligente, elevando todos os resultados da produção.

A conectividade gerenciada na agricultura

Boa parte da comunicação entre máquinas que acontece na lavoura se dá através da rede GPRS (2G, 3G e 4G), com chips M2M instalados nos sensores e máquinas.

A rede GPRS nada mais é do que a rede de telefonia celular móvel do Brasil. Então, ela costuma ser a escolha mais comum para a telemetria na agricultura, devido a sua cobertura nacional e seu baixo custo em relação a outros tipos de conectividade.

Entretanto, dependendo da operadora, o nível de sinal em regiões rurais muitas vezes acaba não sendo bom, o que pode comprometer a automatização dos processos agrícolas.

Nesses casos, o ideal é contar com um fornecedor de chip M2M, como a Datatem, que oferece mapa de calor para identificação precisa do nível de sinal da rede celular.

Ficou interessado? Assista uma demonstração da nossa plataforma de conectividade gerenciada para chips M2M 😉


Warning: preg_match(): Compilation failed: invalid range in character class at offset 12 in /home/datatem/www/wp-content/plugins/js_composer/include/classes/shortcodes/vc-basic-grid.php on line 184

Ranking Connected Smart Cities 2020

Tudo sobre o Ranking Connected Smart Cities 2020 Neste post você vai saber mais […]

Plataforma de gestão nas operações de Telemetria

Chip M2M: Porque seu negócio PRECISA de uma plataforma de gestão Hoje vamos […]

Novidades na área de telemetria? Saiba antes que todo mundo!

    Copyright 2018 | Todos os direitos reservados a Datatem | Política de Privacidade

    Associated with 

    Scroll Up
    Iniciar conversa
    Olá, gostaria de receber um orçamento personalizado.