Entre em contato pelo Telefone(41) 3343-5015

Indústria 4.0: a indústria conectada através da internet das coisas

A internet das coisas é um dos pilares da indústria 4.0 e é fundamental para o seu funcionamento. Conheça como a IoT impacta a Quarta Revolução Industrial.

É um novo conceito de que abrange a aplicação de novas tecnologias nos processos industriais, a fim de aumentar a produtividade e tornar os processos mais eficientes e autônomos.

Também chamada de Quarta Revolução Industrial, esse conceito foi proposto na Alemanha para um programa do governo criado com o objetivo de automatizar a manufatura.

Ela é construída a partir de uma infraestrutura tecnológica, com tecnologias como Big Data, Analytics, realidade aumentada, robôs automatizados e internet das coisas.

 

A internet das coisas no cenário industrial

 

Indústria

 

Apesar de várias tecnologias comporem essa indústr

ia, a internet das coisas é essencial para sua existência. Mas afinal, o que é a internet das coisas?

A internet das coisas, ou IoT (Internet of Things), é uma rede de objetos físicos capazes de se comunicar através da internet.

Esses objetos físicos estão conectados e se comunicando entre si, através de sensores inteligentes e softwares que transmitem dados para uma rede.

Dentro dessa área, por exemplo, as “coisas” seriam o próprio maquinário industrial. Sensores de temperatura, velocidade, pressão e muitos outros coletam dados e os enviam para um software de gerenciamento industrial.

Esse sistema é responsável por organizar e analisar uma quantidade imensa de dados, os transformando em informações úteis e palpáveis para a gestão da indústria.

Alguns especialistas já chamam essa aplicação de Internet das Coisas Industrial (IIoT – Industrial Internet of Things).

A IIoT é fundamental, pois é a sua aplicação que dá início a vários outros processos.

Benefícios da IoT na indústria 4.0

Em primeiro lugar, a IIoT traz uma maior eficiência operacional para dentro da indústria.

Afinal, ao saber de tudo o que acontece em todas as etapas de produção, é possível otimizar processos e aumentar a produtividade.

Com a IoT aplicada isso reduz consideravelmente as falhas através da manutenção preventiva, detectando pequenos erros no maquinário antes que se tornem problemas maiores.

Além de evitar custos, isso ainda ajuda na prevenção de acidentes e a aumentar a segurança dentro da fábrica.

Desafios da indústria 4.0 e IoT no Brasil

No cenário internacional, a IIoT já está em estágios mais avançados. Já no Brasil, as indústrias estão em processo de modernização faz alguns anos.

Porém, há algumas questões que impactam diretamente a implementação da internet das coisas e da no país, seja a economia, desenvolvimento ou outras questões

Legislação

No Brasil, ainda não há uma legislação própria direcionada a receber a internet das coisas.

Isso pode ser prejudicial para a implementação da IoT no Brasil, afinal, não há nenhuma padronização de protocolos e interoperabilidade de rede.

Há uma série de leis e normas que influenciam indiretamente em IoT. Ainda assim, a viabilização da internet das coisas no Brasil fica dependente da regulamentação por parte da Anatel e do Congresso Nacional.

Infraestrutura

Para a difusão da IoT na indústria, vários fatores tecnológicos precisam ser levados em conta.

Em primeiro lugar, são necessárias muitas tecnologias complementares para que a IIoT se torne eficaz.

Uma infraestrutura capaz de armazenar e analisar grandes quantidades de dados (Big Data) e processadores de alto nível são apenas alguns exemplos.

Ainda, outro desafio é lidar com a grande demanda de energia de todos os dispositivos conectados, o que influencia nos custos de produção.

Por isso, cada vez mais é necessário criar produtos compactos e que consomem menos energia.

Sem contar que todos esses aparelhos somam a grande quantidade de lixo eletrônico gerada no Brasil (cerca de 1,5 milhão de toneladas, apenas no ano de 2017).

Antes de avançar com a difusão da IIoT no país, é necessário achar um destino correto para essa quantidade crescente de resíduos.

Mão de obra qualificada

Com a automação de processos e maquinário na indústria 4.0, há uma demanda maior por uma mão de obra qualificada em IoT.

Dessa forma, o trabalhador precisa de habilidades que o tornem um profissional multidisciplinar capazes de atuar em qualquer segmento da rede IoT.

Porém, para isso, é necessário a criação e adaptação de cursos com o foco em novas tecnologias.

Hoje, os cursos voltados à área de IoT no Brasil ainda são poucos, em geral em nível de extensão e MBAs. O SENAI, ainda, oferece alguns cursos dentro da área.

Mesmo assim, existe no Brasil uma lacuna entre a qualificação necessária dos trabalhadores e a quantidade de cursos ofertados.

Essa é uma ótima oportunidade para universidades e outras instituições desenvolverem cursos com uma abordagem mais integrada de indústria 4.0 e internet das coisas.

Segurança de conexão e informações

Um grande fator que pode dificultar o desenvolvimento desse setor é a segurança de dados.

Os ataques cibernéticos se tornaram mais comuns, principalmente com o grande volume de dados gerados e analisados dentro do ambiente industrial.

O vazamento e roubo de informações causa grandes prejuízos para a empresa, além de danos à reputação da mesma.

Por isso, é de extrema importância que se invista em segurança de informações, através da criptografia de dados e autenticação de acessos, por exemplo.

Conectividade

Wi-Fi, rede Mesh, rede de telefonia celular, LoRa, Sigfox… Hoje em dia, há diferentes formas de fazer comunicação M2M para a utilização nessa área da indústria

É possível, ainda, mesclar formas de acesso à internet e criar uma rede híbrida.

Porém, é de extrema importância analisar qual a necessidade da aplicação dentro da indústria e fazer a escolha de conectividade para que essa demanda seja atendida.

Alguns pontos a serem analisados são:

  • Largura de banda;
  • Taxa de transmissão de dados;
  • Disponibilidade na região da indústria;
  • Custo de implementação e manutenção.

Conclusão

A modernização do setor industrial já está acontecendo e novas tecnologias surgem a todo momento.

A internet das coisas e a indústria 4.0 estão gerando inúmeras mudanças na sociedade – sejam elas visíveis ou não.

No Brasil, a difusão dessas tecnologias ainda é recente. Por isso, é necessário ficar sempre atento às tendências e mudanças no cenário nacional.

Categorias: IoT

Datatem na PUCPR [ADIADO]

Tópicos: Datatem na PUCPRA Datatem acaba de se tornar parceria de mais um […]

Diferença Chip pré-pago Chip M2M

Tópicos: A diferença chip pré-pago e o chip M2M em rastreadores veicularesO que […]

Novidades na área de telemetria? Saiba antes que todo mundo!

    Copyright 2018 | Todos os direitos reservados a Datatem | Política de Privacidade

    Associated with